Paliber

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Home
Notícias!

 

Cacique Tembé desaparecido no Pará é encontrado vivo

Thais Leitão - Agência Brasil 04.12.2012

Madeireiros tentaram impedir o trabalho dos fiscais do Ibama, que eram guiados pelo cacique, no município paraense.(Divulgação / Ibama / www.ibama.gov.br)

Brasília - O cacique Valdeci Tembé, que estava desaparecido desde o fim de semana, após ter sido alvo de emboscada de grupos de madeireiros ilegais em Nova Esperança do Piriá, no Pará, foi encontrado por agentes da Polícia Federal na casa de um colono, a 60 quilômetros (km) do local do conflito. Segundo informações do Ministério Público Federal no Pará (MPF/PA), o cacique, que fugiu pela floresta durante o ataque, foi encontrado em boas condições de saúde.

 

No sábado (1º), madeireiros tentaram impedir o trabalho dos fiscais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que eram guiados pelo
Leia mais...
 

Novas imagens mostram redução da área desmatada na Amazônia em outubro, diz ministra

28/11/2012

Carolina Gonçalves
Repórter da Agência Brasil

Brasília – Um dia depois de divulgar a menor taxa anual de desmatamento na Amazônia dos últimos 14 anos, o governo antecipou hoje (28) que a derrubada ilegal de árvores na região, no mês passado, ocorreu em 277 quilômetros quadrados (km²). As imagens captadas pelos satélites do Sistema de Monitoramento em Tempo Real (Deter), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), revelam a redução de quase 100 km² de território devastado por infratores ambientais. No mesmo mês de 2011, o crime ambiental atingiu uma área de 386 km².

A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, afastou os rumores de que o governo brasileiro esteja escondendo o dado no período em que é ocorre a Conferência das Nações Unidas para as Mudanças Climáticas, (a COP18) em Doha, no Catar.

Leia mais...
 

Na Bahia, Dilma ressalta que é fundamental assegurar abastecimento de água à população

09/11/2012 - 12h58

Renata Giraldi
Mariana Tokarnia
Repórteres da Agência Brasil

Brasília – Ao inaugurar a Adutora do Algodão na região de Guanambi, na Bahia, a presidenta Dilma Rousseff disse hoje (9) que a meta do governo é garantir o abastecimento de água às regiões que sofrem com o período de seca. Segundo ela, é fundamental garantir água para as refeições e a higiene das pessoas. Dilma ressaltou que é impossível controlar a chuva e a seca, mas é possível assegurar instrumentos que melhorem a vida da população nos períodos de estiagem.

“Chegou a hora de resolver o problema da água de uma forma a garantir que as mulheres, os homens e as crianças possam tomar café e tomar um banho”, ressaltou a presidenta, em cerimônia em Malhada, na Bahia, ao lado do governador da Bahia, Jaques Wagner, de ministros, de parlamentares e de prefeitos de municípios da região. “É uma coisa horrível não poder dar uma água limpa para um filho ou filha”, destacou ela

A afirmação da presidenta ocorreu depois de ela ouvir de Maria Mendes do Pindaí, representante dos movimentos sociais, as dificuldades enfrentadas pelas mães de família que não conseguem preparar o café da manhã por falta de água. “A primeira coisa que a gente precisa é ter água, porque sem água não tem café”, disse a líder sendo abraçada pela presidenta que elogiou seu discurso.

Leia mais...
 


Página 15 de 15

Folder de apresentação do XVI Greenmeeting

Revista Sustentabilidade É O FOCO

Apoiadores